.

"Aprende-se a escrever, lendo. E também é necessária uma grande humildade face ao material da escrita. É a mão que escreve. A nossa mão é mais inteligente do que nós. Não é o autor que tem de ser inteligente, é a obra. O autor não escreve tão bem quanto os livros."
António Lobo Antunes

Thursday, 17 April 2008

Perdida... Acho-me!

Perdida entre tantas palavras, tantas letras, tantas melodias, nao há nada que me defina, nem que defina o sentimento que me corroi.
Encontrei tudo o que buscava e tudo o que me faz levitar! Sento-me á janela e observo a chuva que cai com imensa força, os passaros abrigaram-se, as ruas estao desertas, um pouco como a minha mente. Parece que hoje a noite será violenta, mas amanhã será que o sol brilhará? Será que amanha as ruas ja nao estarão desertas ? Será que a multidão sairá á rua como se nada tivesse acontecido? Provavelmente sim, provavelme sairão como se nada tivesse acontecido, como se a rua nao estivesse estado deserto, como se a chuva nao tivesse batido com força na janela, mas jamais se esqueçerão que um dia isso aconteceu. Eu jamais me esqueçerei da surpresa que me fez chorar(feita parva), dos crepes maravilhosos e das palavras(escritas) sentidas, sei que nao sei o que o futuro me reserva, mas acreditem que só quero ter-vos por perto, isso para mim basta, pois assim saberei que nunca estarei sozinha que vocês estarao aqui para me apoiar, aconselhar e "elucidar" quando for preciso.

Ah e para vos ensinar a cantar o sounds of Kuduro e mandar o quintal abaixo! AI NAO!





Convosco na minha mente deserta, vejo-vos sabádo! =D



Beijinhooooooooooo*

=D

1 comment:

monik said...

Cantar já sei...


Abaixo? Com certeza!



beijinho*