.

"Aprende-se a escrever, lendo. E também é necessária uma grande humildade face ao material da escrita. É a mão que escreve. A nossa mão é mais inteligente do que nós. Não é o autor que tem de ser inteligente, é a obra. O autor não escreve tão bem quanto os livros."
António Lobo Antunes

Monday, 28 July 2008

Vejo o mundo novamente a cores...

É extremamente parvo. É extremamente parvo sentirmos um ponta de felicidade por alguém que nós tanto amamos, estar feliz. Por ver que essa pessoa agora sim, por muito que custe admitir, está feliz. Será que é por eu andar tão feliz que já vejo felicidade em todo o lado? Acreditem ou não até fico feliz, pois assim não me preocupo se estás bem ou não, porque penso que estejas, seja um felicidade falsa ou verdadeira. Tenho tudo o que sempre quis, não tenho mais porque não quero e sei disso. Mas para quê complicar se estamos bem assim? Depois de tanta raiva, de tanto amor, tenho o meu pensamento livre destas amarguras, livre destas tristezas e livre de assombrações. :]
Tenho o meu livro em branco, pronto para ser escrito, pronto para iniciar o novo capitulo da minha vida. Tenho tanto para escrever que nem sei por onde começar.
Percorro o meu sonho, e já vejo a meta lá ao fundo! Serei tudo aquilo que quero ser, não tenho nada nem ninguém que me prenda, por estar bem e feliz, vejo o mundo novamente a cores.

Os nossos momentos, as nossas memórias, ninguém tira esteja eu onde estiver bébécas :]


Senão fossem pequenos momentos, que nos preenchem tanto, o que seria de nós?

3 comments:

monik said...

Felicidade parvoice ou ñ ajuda a fazer brilhar qualquer coração ;)
Por isso, sê feliz e principalmente brilha meu amor!*

monik said...

Brilha com e como o arco-íris q existe em ti ;)*

Anonymous said...

Adorei os textos =D, e continua sempre a escrever, alem de que escreves bem, nao devemos ter medo dos nossos sentimentos. É na escrita que dizemos tudo aquilo que sentimos e as palavras nao nos magoam. Nunca desistas de nada e acredita sempre em ti propria =D beijinhoss********